Normas para Publicação

Normas para todas as seções

  • 1. Os artigos, entrevistas ou resenhas serão submetidos, em português OU espanhol, ao Conselho Editorial ao qual cabe a responsabilidade do processo editorial dos manuscritos. A submissão é feita no site da DESIDADES, no portal de periódicos da UFRJ https://revistas.ufrj.br/index.php/desidades seguindo as orientações disponibilizadas.
  • 2. A submissão de textos em qualquer categoria só será possível mediante a confirmação do autor, no momento da submissão, de que TODAS as condições estabelecidas estão atendidas. O descumprimento de qualquer um dos itens é suficiente para a recusa inicial, durante a primeira etapa de avaliação, motivo pelo qual recomendamos aos autores que façam minuciosa revisão de seus manuscritos antes da submissão.
  • 3. Serão aceitos apenas artigos, entrevistas e resenhas inéditos.
  • 4. Todos os artigos, entrevistas ou resenhas enviados para submissão deverão estar como documento Word, em extensão “.doc”, “.docx” ou “odt”. fonte Arial 11, espaço duplo.
  • 5. Autoras e autores deverão enviar junto com o manuscrito informações curriculares de 3 linhas no máximo, incluindo titulação e afiliação institucional, além de seu email. Estas informações devem ser enviadas no idioma do/a autor/a, português OU espanhol. No caso de submissão de entrevista, devem ser enviadas as informações curriculares do (a) entrevistador (a) e do (a) entrevistado (a) no idioma do entrevistado.
  • 6. Autoras e autores de artigos e entrevistas deverão enviar junto com o texto os títulos e resumos em português, espanhol e inglês, assim como 4 a 5 palavras-chave nas três línguas. Os resumos e palavras-chave nas três línguas devem ser inseridos ao final do manuscrito depois das referências, o primeiro sempre na língua original do(s)/as autor(as) seguidos dos demais.
  • 7. As referências bibliográficas devem ser apresentadas em ordem alfabética ao final do texto e se pautarem pelas normas ABNT (NBR 6023, 2002).
  • 8. Apenas as referências citadas no corpo do texto deverão aparecer e ser mencionadas nessa seção. Exemplos de casos mais comuns:
    • Livro com um autor:
      CASCUDO, L. C. Dicionário do Folclore Brasileiro. 12. ed. São Paulo: Global, 2012.
    • Livro com dois ou três autores:
      CASTRO, L. R.; CORREA, J. Mostrando a real: um retrato da juventude pobre do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: NAU Editora; FAPERJ, 2005.
    • Nas referências de até três autores, todos são citados, separados por ponto e vírgula. Quando ultrapassar três autores, citar somente o primeiro, seguido da expressão et al. (sem itálico).
    • Artigo de revista ou periódico:
      TORRES, M. C. E.; CASTRO, L. R. Resgatando e atualizando os sentidos da autoridade: um percurso histórico. Paidéia (USP), Ribeirão Preto, v. 19, n. 42, p. 87-96, jan./abr. 2009.
    • Capítulo de livro:
      GALINKIN, A. L.; ALMEIDA, A. M. O. Representações sociais da violência entre adolescentes e professores de classe média. In: CASTRO, L. R.; CORREA, J. (Org.). Juventude Contemporânea: perspectivas nacionais e internacionais. Rio de Janeiro: Nau/Faperj, 2005. p. 229-232.
    • Teses e dissertações:
      CORDEIRO, D. M. A. Juventude nas sombras: escola, trabalho e moradia em territórios de precariedades. 2008. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal Fluminense, Rio de Janeiro, 2008.
    • Referência eletrônica:
      OBSERVATORIO NACIONAL DE LOS DERECHOS DEL NIÑO Y DEL ADOLESCENTE. IHA 2009/2010: los hombres negros adolescentes son las principales víctimas de homicidios en Brasil. Disponível em: <http://www.obscriancaeadolescente. gov.br/index.php?option=com_content &view=article&id=722:iha-20092010-adolescentes-negros-do-sexo-masculino-sao-as-principais-vitimas-de-homicidios-no-brasil&catid=34:noticias&Itemid=106>. Acesso em 14 abr. 2013.
    • Obra antiga e reeditada em data posterior :
      WINNICOTT, D. W. Objetos Transicionais e Fenômenos Transicionais. In: ______. O brincar e a realidade. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1971 (Original de 1951).
    • Referência de publicação quando consta o tradutor do livro:
      LUJAN, R. P. Um presente especial. Tradução Sonia da Silva. 3. ed. São Paulo: Aquariana, 1993.
  • 9. Citações e notas
    • As citações de autores no corpo do texto e as notas de rodapé seguem as normas ABNT (NBR 10520, 2002).
    • As citações literais de até três linhas são integradas ao texto, entre aspas duplas, seguidas de parênteses com sobrenome do autor, ano da publicação e página (ex. Lima, 1999, p. 27).
    • Citações com mais de três linhas devem ser destacadas no texto com recuo de 1,25, em corpo 10, com a indicação: (Autor, ano, p.).
    • As remissões sem citação literal são incorporadas ao texto.
      Ex.: Segundo Cordeiro (2008)… .
    • Para os casos de documentos do(s) mesmo(s) autor(es) publicados em anos diferentes, utilizar o seguinte modelo:
      (DREYFUSS, 1989, 1991, 1995)
      (CRUZ; CORREA; COSTA, 1998, 1999, 2000)
    • Para os casos de citação de diversos documentos de diversos autores, utilizar os seguintes modelos:
      Ex:  (CROSS, 1984; KNOX, 1986; MEZIROW, 1991).
    • As citações de obras antigas republicadas recentemente deve seguir o modelo: Winnicott (1971/1951)…..
    • As notas de rodapé, tratando de observações, comentários e esclarecimentos feitos pelos autores, devem vir no final da página, em algarismos arábicos, devendo ter numeração única e consecutiva ao longo do texto. Devem ser formatadas em fonte arial 10, justificadas, espaçamento simples.
    • Quando se tratar de citação secundária – por exemplo, da citação de um autor citado por uma outra publicação consultada sem que o original tenha sido consultado – citar apenas a obra consultada na seguinte forma, por exemplo: “Arendt (1968, citada por Bignotto, 2008)….”.
  • 10. Uso de itálico e aspas duplas:
    • Uso de itálico: a) títulos de livros, jornais, artigos, crônicas etc, bastando usar em maiúscula a primeira palavra (ex.: Gabriela cravo e canela; A casa das sete mulheres; b) palavras ou expressões estrangeiras (goal, american way of life), excetuando: – nomes de entidades (Library of Congress), empresas (Edizione Scientifiche Italiane), países (United Kingdom), pessoas (Claude Lévy-Strauss). c) expressões que merecem destaque (nesse caso, usá-las com parcimônia).
    • Uso de aspas duplas: preferentemente, apenas para as citações curtas no corpo do texto, embora possam ser aplicadas em caso de neologismos ou palavras utilizadas no sentido figurado (nesse caso, usá-las com parcimônia); não utilizamos aspas simples, a não ser no caso de aspas dentro de aspas.
  • 11. É fundamental que o material não contenha qualquer forma de identificação da autoria, o que inclui referências identificadas a trabalhos anteriores do(s) autor(es) do manuscrito e seus vínculos institucionais, bem como informações contidas nos campos das propriedades do documento. Para retirar a identificação de autoria nas Propriedades do arquivo, os caminhos podem variar, dependendo da sua versão de Word ou outro editor de texto. Na ferramenta de Ajuda do seu editor de texto, procure por “Propriedades” ou “Inspecionar documento” e siga as instruções para remover informações pessoais do documento.
  • 12. Imagens devem ter alta qualidade (resolução mínima de 300 dpi) e formato jpeg.

Normas específicas para a seção Temas em destaque

Os artigos dessa seção devem abordar alguma questão ou problema de investigação que diga respeito à infância e/ou juventude no contexto latino-americano. Como trabalho de investigação científica, os artigos contribuem para o avanço do conhecimento na área, escritos para especialistas – docentes, pesquisadores – mas também para um público mais amplo – estudantes de pós-graduação e graduação, não especialistas. A escrita deve atentar para a clareza do texto. Relatos de experiência profissional podem ser incluídos quando trazem contribuições importantes à prática profissional e à problematização de aspectos teóricos.

  • 1. Os artigos devem ter entre 5 mil a 8 mil palavras (incluindo resumos e referências).
  • 2. Resumos em português, espanhol e inglês de aproximadamente 150 palavras cada um deverão ser inseridos no final do artigo, após as referências, seguidos de 4 (quatro) a 5 (cinco) palavras-chave, nas três línguas, que abarquem a temática abordada no artigo. As palavras-chave devem ser separadas por vírgula, com a primeira letra minúscula.
  • 3. Gráficos, tabelas e figuras deverão ser enviados separadamente e estar sinalizados no corpo do texto, próximos aos locais de interesse. Devem estar numerados sequencialmente. Em relação às imagens, os autores devem ter assegurado os direitos de uso, cuja comprovação deve ser enviada à revista.
  • 4. As seções do corpo do texto não começam cada uma em uma nova página e todas devem possuir títulos centralizados onde somente a primeira letra é maiúscula. Os subtítulos, se houver, devem estar alinhados à esquerda com a primeira letra maiúscula.

Normas específicas para a seção Espaço Aberto

Esta seção destina-se à publicação de entrevistas, escritas ou em vídeo, que versem sobre tema atual e/ou controverso na área da infância e juventude. As entrevistas devem ter o objetivo de expor a opinião do entrevistado, como também de explorar, junto com ele, a complexidade do debate sobre a questão. As entrevistas visam, sobretudo, obter pronunciamentos que estejam propensos a analisar aspectos favoráveis e desfavoráveis do tema abordado.

  • 1. A parte inicial da entrevista deve conter uma apresentação breve do/a entrevistado/a e as razões que levaram o/a entrevistador/a a entrevistá-lo/a sobre o tema em pauta. O/A entrevistador/a deve também situar seu lugar de fala e interesse sobre o assunto.
  • 2. Para sondagem de interesse sobre temas e entrevistados prospectivos, o/a entrevistador/a pode entrar em contato com o Conselho Editorial.
  • 3. As entrevistas devem ter entre 2 mil a 5 mil palavras, e se enviadas também em vídeo, esse deverá ter no máximo 40 minutos de duração.
  • 4. Caso sejam enviadas em vídeo, deverão ser encaminhadas em DVD de dados (arquivo de alta resolução SD ou HD, formato .mov ou .avi) com a respectiva transcrição em Word, em DVD lacrado com o nome do entrevistado e do entrevistador na parte externa do disco.
  • 5. Devem acompanhar o encaminhamento do texto ou vídeo da entrevista os títulos e resumos da entrevista em português, inglês e espanhol, e de 4 (quatro) a 5 (cinco) palavras-chave nas três línguas. As palavras-chave devem ser separadas por vírgula, com a primeira letra minúscula.

Normas específicas para as Resenhas

As resenhas destinam-se a avaliações críticas de publicações recentes na área da infância e juventude que tenham registro no sistema ISBN.

  • 1. As resenhas devem ter entre mil e quinhentas a duas mil palavras.
  • 2. Uma imagem da capa do livro resenhado, em arquivo .jpg ou .tiff, resolução 300 dpi, deverá ser enviada em arquivo separado.
  • 3. Devem ser inseridas no final do texto da resenha de 3 (três) a 5 (cinco) palavras-chave
  • 4. A resenha deve conter uma ficha técnica contendo os dados da publicação: título, autor, editora, cidade, ano, número de páginas, ISBN.
  • 5. A resenha deve ter título diferente do livro resenhado.
  • 6. As citações e referências seguem as regras gerais, apresentadas acima. A referência do livro resenhado deve ser destacada em negrito

Direitos autorais

A submissão de manuscritos à Revista implica a cessão de direitos de publicação à DESIDADES que terá a exclusividade de publicação sem quaisquer ônus. O/A autor/a poderá, no entanto, publicar esse material posteriormente, na íntegra, ou parcialmente. No caso de republicação da totalidade ou de partes dos textos em outro veículo, o/a autor/a deve fazer menção à primeira publicação na revista DESIDADES. O/As autores são inteiramente responsáveis pelo conteúdo de seus artigos publicados.

Envio do material

Os artigos, entrevistas e resenhas devem ser submetidos no site da DESIDADES, no portal de periódicos da UFRJ https://revistas.ufrj.br/index.php/desidades

Os/As autore/as serão notificado/as do recebimento do material enviado.

No caso de submissão de entrevista gravada em vídeo, a transcrição deve ser enviada pelo sistema de submissão e a gravação em DVD encaminhada pelo correio para o seguinte endereço:

NIPIAC – Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa para a Infância e Adolescência Contemporâneas
Universidade Federal do Rio de Janeiro
Campus da Praia Vermelha
Av. Pasteur 250 – Prédio da Decania do CFCH
Rio de Janeiro CEP 22290 902
Brasil

E-mail: revistadesidades@gmail.com